Notícias
Início : 
05/06/2009 (4532 leituras)
Loteamento CDHU abrigará moradores da Serra em Cubatão

Obras devem ser realizadas no segundo semestre

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) tornou público o registro do Loteamento Rubens Lara, em Cubatão, para dar início, no segundo semestre deste ano, às obras do programa de Recuperação Socioambiental da Serra do Mar. Situado no Jardim Casqueiro, o loteamento tem 197.475.50 m2 de área, desapropriada dos antigos proprietários (a ação está em curso na 4ª Vara Cível de Cubatão).

 

Na área serão instalados 26 lotes residenciais multifamiliares com 1.840 unidades habitacionais, lotes comerciais, e áreas institucionais com 16 mil m2; áreas verdes com 28 mil m2; e sistema viário com nove vias e uma ciclovia, conforme planta aprovada na Prefeitura de Cubatão.

O edital de conhecimento público foi publicado na seção de classificados de A Tribuna, tendo eventuais interessados prazo de 15 dias úteis para impugnar o registro público na Comarca de Cubatão. O loteamento terá acesso principal para Avenida Joaquim Jorge Peralta. O objetivo do Governo do Estado é iniciar em 2010 a construção dos conjuntos habitacionais para começar a remover cinco mil famílias de moradores das áreas de risco da Serra do Mar, em Cubatão, no próximo ano.

loteamento na serra do mar

ALTO RISCO

As construções dos conjuntos habitacionais fazem parte do Programa de Recuperação Socioambiental da Serra do Mar anunciado pelo secretário de Estado da Habitação, Lair Krähenbühl. O processo sofre atrasos em razão de uma das empresas que participaram do processo de licitação ter recorrido do resultado.

O diretor-executivo da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), Edmur Mesquita, disse que pedirá à Prefeitura que marque nova reunião com representantes das áreas das Cotas para esclarecer questões levantadas na semana passada. E adiantou que o governo estadual está empenhado em resolver essas pendências legais para tentar iniciar as obras ainda neste ano, antecipando-se ao organograma previsto.

Em Cubatão serão construídas 3.594 moradias para abrigar as famílias retiradas dos bairros-cota, Água Fria, Grotão, Pinhal do Miranda e Pilões, erguidos irregularmente dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, por estarem em áreas de mananciais ou em regiões com grande risco de deslizamento. Os novos núcleos habitacionais serão construídos nos bolsões 7 e 9, Jardim Casqueiro e no Parque São Luiz. Outras 1.406 unidades disponíveis na Baixada Santista também devem integrar o projeto por meio do Programa de Arrendamento Residencial, da Caixa Federal. O Estado dará prioridade nas remoções para as famílias que estão em áreas de alto risco.

DA REDAÇÃO de A Tribuna - por: MANUEL ALVES FERNANDES

 
 

Inclua esta Notícia nas Redes Sociais

Comentários

 

Não serão publicados comentários ofensivos

Enviado por Tópico